SBT e seu pacote de filmes nos anos 80 - Parte 2


Um texto simples e totalmente despretensioso, que fiz há vários anos, ainda nos primeiros tempos do blog, acabou se tornando a postagem mais popular entre os leitores. Era sobre o SBT e seu pacote de filmes na década de 1980. Levando isso em conta, resolvi fazer uma continuação, já que o tema parece ter agradado a maioria.

Assim como eu, para muita gente que viveu a infância nos anos 1980, o Cinema em Casa, do SBT, era parte obrigatória da rotina de quem acompanhava a programação de televisão naquela época — ainda bem longe da internet e da popularização da TV a cabo.


A emissora de Silvio Santos reprisava os filmes à exaustão, a ponto de ser possível vê-los e revê-los mais de uma vez ao ano. Como listei no primeiro post, listarei neste aqui também outros filmes que eram figurinhas carimbadas no SBT, especialmente no Cinema em Casa. Independentemente da temática adulta ou não, os filmes eram exibidos à tarde ou à noite. (Naquela época, não havia classificação indicativa, apenas 'censura', que no caso dos filmes na TV, era bem liberal).

O Cinema em Casa estreou em 17 de agosto de 1988, em comemoração aos 7 anos do SBT. O primeiro filme exibido foi Rambo - Programado para Matar (First Blood, 1982). No começo, era exibido às quartas-feiras, às 21h30, e assim permaneceu pelos três anos seguintes. Alguns filmes recebiam o famoso selo "Pela 1ª vez na TV". Entre idas e vindas e mudanças de horário, a sessão chegou a ser exibida também às quintas, além das quartas. Em agosto de 1991 passou a ir ao ar diariamente, às 13h30.



Era comum o Cinema em Casa ter semanas dedicadas a gêneros específicos, como Semana do Terror, Semana da Criança, Semana Disney, Semana da Comédia etc. Vamos dar uma olhada em mais 10 filmes que foram bastante reprisados entre as décadas de 1980 e 1990:


O Homem-Cobra (Sssssss, 1973): O auxiliar de um cientista inescrupuloso se envolve com sua filha. O rapaz acaba se tornando cobaia do cientista louco, que o transforma num abominável réptil humano. Campeão de audiência no SBT, nos anos 1980, o filme ficou datado e é bem monótono. Mas marcou uma geração que o assistiu, aterrorizada, um sem-número de vezes na emissora de Silvio Santos. Nostalgia pura. A maquiagem, no entanto, ainda impressiona.




Castelos de Gelo (Ice Castles, 1979): Dramalhão que marcou época. Uma jovem e promissora patinadora, no auge de sua carreira, sofre um terrível acidente e tem seu sonho de tornar-se mundialmente famosa destruído. Com a ajuda daqueles que a amam, ela precisa provar para si mesma e para o mundo que ainda tem potencial para realizar seus sonhos. Haja lágrimas! Ganhou um remake  (totalmente dispensável) em 2010.




O Último Americano Virgem (The Last American Virgin, 1982): Sem dúvida um dos mais reprisados pelo SBT nos anos 1980. Não tem criança ou adolescente da época que não se lembre. O que poucos sabem é que se trata do remake de um filme israelense, do mesmo diretor (Boaz Davidson), chamado Eskimo Limon, de 1978. Os amigos Gary, Rick e David aproveitam todas as infantis loucuras da juventude com as obsessões juvenis usuais: festinhas, sexo e drogas. Gary é entregador de pizza e se apaixona por Karen, que gosta de Rick. Rick a engravida e se recusa a ajudá-la. Mesmo assim, Gary ajuda Karen a fazer um aborto, mas logo depois se decepciona ao encontrá-la novamente com Rick. 




Christine - O Carro Assassino (Christine, 1983): Um rapaz meio nerd compra um carro antigo, modelo clássico dos anos 1950, que parece possuir uma força maligna própria. O antigo proprietário do carro teve um trágico destino. E agora o tal carro começa a mudar o jeito de agir do rapaz, seu novo dono. Para piorar, o carro passa a agir por conta própria, como se estivesse "possuído". Considerado fraco pela crítica, o filme não está entre as adaptações bem-sucedidas de livros de Stephen King. 




Por que eu? (Why Me, 1984): Um dos meus favoritos, esse telefilme, baseado em fatos reais, conta a história de Leola Mae Harmon, uma enfermeira das Forças Aéreas que fica seriamente desfigurada após um acidente de carro, no qual ela também perde seu bebê. O marido não consegue lidar com o fato de sua esposa estar desfigurada. Leola entra em depressão e se questiona por que sobreviveu daquele jeito. Para piorar — sempre pode piorar, ainda mais se for num filme para a TV — o motorista bêbado que causara o acidente se safa com uma pena muito branda. Mas uma luz surge no fim do túnel: um médico vê uma chance de reconstruir o rosto da pobre Leola.




Bala de Prata / A Hora do Lobisomem (Silver Bullet, 1985): Apesar de baseada em uma história de Stephen King, essa adaptação também não está entre as mais elogiadas, embora o filme seja bem conhecido devido às inúmeras reprises na TV. Uma pacata cidadezinha se abala com os violentos assassinatos que começam a acontecer por lá. Os habitantes locais pensam que se trata de um psicopata à solta. Mas um garoto de 11 anos (Corey Haim, ídolo da garotada nos anos 1980), preso a uma cadeira de rodas, acredita que as mortes não estão sendo causados por uma pessoa, mas sim por um lobisomem.




O Poder do Amor / Overdose (Toughlove, 1985): Uma dedicada mãe se desespera ao descobrir que seu adorado filho é um viciado em drogas. Ela e o distante marido tentam encaminhá-lo a um centro de desintoxicação, para evitar uma tragédia familiar maior. Grande parte do mérito do filme se deve à Lee Remick, que faz o papel da mãe. Telefilme bem ao gosto dos anos 1980. Ainda bem que a família era rica e tinha dinheiro para bancar o tratamento do filho drogado.




Namorada de Aluguel (Can't Buy Me Love, 1987): Um nerd (vivido por Patrick Dempsey), que sempre sonhou em ser popular no colégio, descobre que a garota mais linda do pedaço está precisando de 1000 dólares. Tímido e trabalhador, o jovem faz à garota uma proposta: empresta o dinheiro a ela e, em troca, ela deve fingir ser sua namorada. Ela aceita e ele acaba se tornando um dos garotos mais populares do colégio.




Feitiço das Almas / Bruxa - Encontros Diabólicos (Witchcraft / La Casa 4, 1988): Linda Blair, a eterna garota de O Exorcista, e David Hasselhoff, galã do seriado S.O.S Malibu, protagonizam esse filme obscuro. Cheio de cenas pesadas para o horário em que era exibido no Cinema em Casa, no começo da tarde, a história é bem confusa. Uma jovem mãe e seu filho mudam-se para a velha casa de sua sogra, em uma ilha da costa de New England. Mas ela começa a suspeitar de que nem a casa e nem a sogra são o que parecem. Profecias misteriosos acompanham a sinistra presença de uma velha senhora vestida de preto. Vários personagens morrem nas mãos dela, vítimas de ritos satânicos nos quais assustadoras visões acompanham terríveis mortes. Distribuído com vários títulos diferentes, o filme foi lançado em VHS com o nome Bruxa - Encontros Diabólicos, mas passava no SBT com o título Feitiço das Almas




Loverboy - Garoto de Programa (Loverboy, 1989): Patrick Dempsey novamente estrela uma comédia juvenil. Aqui ele é um universitário com notas baixas. Namora Jenny, mas não assume o relacionamento para os pais. Irritada, a moça rompe com ele. Como precisa de dinheiro para voltar a se dedicar aos estudos, o jovem arruma um emprego de entregador de pizzas, mas muda de "profissão" ao conhecer uma empresária que o ajuda financeiramente. A mulher passa para as amigas o telefone do rapaz, que começa a se envolver com mulheres mais velhas e sexualmente frustradas.




Confira a primeira parte da lista AQUI.

8 comentários:

  1. Que lista deliciosa que faz a gente viajar com um sorriso no rosto pela memória afetiva.

    ResponderExcluir
  2. Faltou Férias do Barulho, o "Curtindo a Vida Adoidado" do SBT.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gustavo, "Férias do Barulho" está na parte 1 do post: http://porcoselefantesedoninhas.blogspot.com.br/2010/01/sbt-e-seu-pacote-de-filmes-nos-anos-80.html

      Excluir
  3. Gustavo, "Férias do Barulho" está na parte 1 do post: http://porcoselefantesedoninhas.blogspot.com.br/2010/01/sbt-e-seu-pacote-de-filmes-nos-anos-80.html

    ResponderExcluir
  4. que coisa maravilhosa essa lista..e a parte 01 tbm.. e cadê um canal pra passar todos estes filmes novamente??? com tantos na tv por assinatura, uma pena que nenhum se dedique a estes clássicos.

    ResponderExcluir
  5. Cadê o Chucky (Brinquedo Assassino)?

    ResponderExcluir
  6. A estréia seria no dia 17 mas a globo exibiu o Rambo 2 no mesmo dia 17 e horário então o sbt adiou a estréia para a outra semana dia 26 de agosto numa sexta e continuou assim até 1989.
    Em 1990 é que foi para as quartas com o primeiro filme Mad Max.

    ResponderExcluir
  7. Lembro bem dessa estreia. Fiquei esperando o filme de rambo começar e acabei dormindo no sofá. Acordei com a TV chiando fora do ar ... e tive que mentir na escola dizendo que também tinha assistido, já que TODOS os meus colegas tinham assistido. Parabéns pelo blog. nem vou falar de bala de prata, pois quase ninguém lembra desse filme do qual gostei muito na época

    ResponderExcluir