Aprendendo inglês com o ABBA


Houve um tempo em que o ABBA foi tão popular no Brasil que suas canções faziam parte das trilhas sonoras das nossas novelas, os clipes eram apresentados no Fantástico e as rádios não paravam de tocar os hits do grupo. As coletâneas de sucessos variados da RCA e da K-Tel traziam sempre uma canção do ABBA na lista. Isso sem falar em Perla, que ajudava a popularizar ainda mais o nome do grupo por aqui, com suas versões em português e seu sotaque inconfundível.

Compacto duplo lançado no Brasil em 1976

Compacto duplo lançado no Brasil em 1977
Os compactos e LPs do ABBA lançados pela RCA no Brasil preenchiam a lacuna musical, mas não forneciam informações sobre a história do grupo. Não importa. O público brasileiro consumia a música do ABBA mesmo sem saber direito quem eram eles ou que significava a palavra 'ABBA'. O sucesso, nem por isso era menor. A popularidade do quarteto aumentou muito aqui a partir de 1977, quando o álbum Arrival chegou - com um certo atraso, comum na época - até nós, com Dancing Queen estourando nas paradas. Fernando já havia estourado no mundo todo, inclusive aqui. Em abril daquele ano, depois de já ter dominado as paradas mundiais no ano anterior, Dancing Queen atingiu o primeiro lugar nos EUA, um feito marcante na carreira do ABBA. Sem dúvida, isso também contribuiu para que os brasileiros se ligassem ainda mais ao som do grupo.


A editora Abril lançou um curso de inglês em fascículos, como era muito comum naquele tempo, e pegou carona no sucesso do ABBA. O público-alvo eram os consumidores na faixa etária entre 15 e 25 anos de idade. Cada fascículo era acompanhado de um LP com 12 sucessos cantados em inglês, na maioria músicas que estavam liderando as paradas de sucesso da época. Os fascículos também traziam 16 páginas com as letras das músicas, suas traduções, uma pequena história em quadrinhos, noções de gramática e até cifras para o acompanhamento em violão.  


Com consultoria da Cultura Inglesa, a cada 15 dias um novo fascículo chegava às bancas do país. A ideia era assessorar o ensino dos cursos de inglês voltados para os jovens do Brasil. A seção "Vida Moderna" da revista Veja de 1º de junho de 1977 anunciava a novidade:

A música "Dancing Queen", do conjunto sueco ABBA, insistentemente tocada nas discotecas de todo o mundo, incluindo as brasileiras, está subindo nas paradas de sucessos. Nas próximas semanas pode chegar no primeiro lugar. E é justamente essa música o carro-chefe de um curso de inglês em fascículos que a Abril-Educação lança nesta terça-feira em todo o país - o curso Pop Music, que pretende ensinar o inglês através da letra de canções populares que freqüentam programas de rádio e discotecas públicas ou particulares.





Ao longos do curso, outras canções do ABBA foram usadas, como Money, Money, Money, Honey Honey e Knowing Me, Knowing You, entre outras. Pelo visto, o ABBA deve ter motivado muitos jovens brasileiros a aprender inglês nos anos 70. Bons tempos!

(Clique na figura para ampliá-la)