Versão brasileira...


Traduções inusitadas para títulos de filmes nunca foram surpresa para nós, brasileiros. Essas "traduções" (com aspas mesmo) sempre vão existir, embora não sejam tão freqüentes como antigamente. Nada se compara aos filmes dos anos 1930, 1940 e 1950. Na época, Hollywood vivia o ápice do glamour. Foi a era das divas, das superproduções, dos épicos e melodramas. Tudo muito teatral. Por isso os nomes dos filmes em português tinham um apelo bem dramático, quase rodrigueano. Era uma forma de aguçar a curiosidade do público e de "traduzir" o que julgavam ser o espírito da coisa (no caso, do filme). Não sei quem ficava responsável por essas escolhas de títulos. Talvez as distribuidoras, creio eu. Mas o fato é que os títulos, hoje, soam, no mínimo, cômicos. Não dá para levar a sério. Quando o título original era apenas um nome próprio, aí sm era um prato cheio. "Mr. Skeffington", por exemplo, virou "Vaidosa". Tá boa, santa? "Mildred Pierce" virou "Alma em Suplício", assim como "Shane" virou "OS Brutos Também Amam" e por aí vai... A lista é longa. Mas que tem um charme inegável, isso tem! O inegável charme da era dourada de Hollywood. Abaixo fiz uma pequena lista com alguns títulos no mínimo risíveis. Me ative às décadas de 1930, 1940 e 1950, mas obviamente as traduções engraçadas continuam existindo até hoje, porém menos piegas do que naquela época. O primeiro é o nome que o filme recebeu no Brasil, o segundo é o título original (em inglês) e o terceiro é a tradução real para o português. Enjoy!


A Dominadora - Harriet Craig (Harriet Craig)
A Malvada - All About Eve (Tudo Sobre Eva)
A Mulher Proibida - The Shining Hour (A Hora Brilhante)
A Tortura do Silêncio - I Confess (Eu Confesso)
Alguém Morreu em Meu Lugar - Dead Ringer (Sósia)
Alma em Suplício - Mildred Pierce (Mildred Pierce)
Amar foi Minha Ruína - Leave Her to Heaven (Deixe-a para o Paraíso)
Assim Caminha a Humanidade - Giant (Gigante)
Com a Maldade na Alma - Hush...Hush, Sweet Charlotte (Silêncio, Doce Charlotte)
Crepúsculo dos Deuses - Sunset Boulevard (Sunset Boulevard)
Erros do Coração - The Rich Are Always With Us (Os Ricos Estão Sempre Conosco)
Escândalos da Sociedade - Where Love Has Gone (Para Onde Foi o Amor)
Escravos do Desejo - Of Human Bondage (Da Servidão Humana)
Eu Soube Amar - The Old Maid (A Velha Dama)
Felicidade de Mentira - The Bride Wore Red (A Noiva Usou Vermelho)
Férias de Amor - Picnic (Piquenique)
Fogueira de Paixão - Possessed (Possuída)
Idílio Proibido - Hilda Crane (Hilda Crane)
No Palco da Vida - So Big! (Tão Grande!)
Meu Reino por um Amor - The Private Lives of Elizabeth and Essex (A Vida Particular de Elizabeth e Essex)
Meus Dois Carinhos - Pal Joey (Companheiro Joey)
Nas Garras do Ódio - The Nanny (A Babá)
Nascida para o Mal - In This Our Life (Nesta Nossa Vida)
O Coração Não Envelhece - The Corn Is Green (O Milho Está Verde)
Os Brutos Também Amam - Shane (Shane)
Pacto de Sangue - Double Indemnity (Dupla Indenização)
Pérfida - The Little Foxes (As Pequenas Raposas)
Quando o Amor Agarra - The Girl form Tenth Avenue (A Garota da Décima Avenida)
Satã Jantou Lá em Casa - The Man Who Came to Dinner (O Homem que Veio para Jantar)
Tragédia do Meu Destino - This Woman is Dangerous (Esta Mulher é Perigosa)
Vaidosa - Mr. Skeffington (Mr. Skeffington)